Por que ter um treinador de corrida? - Webtreino

Por que ter um treinador de corrida?

Correr é uma das atividades mais básicas de todo ser humano. Basta estar apto para isso, e todos serão capazes de executar os movimentos para “acelerar as passadas”.

Então, por que ter um treinador de corrida? Faz alguma diferença ter uma assessoria para correr? Assim como existem muitos tipos de corredores, existem muitas razões para ter o apoio de um treinador. “A minha responsabilidade como treinador é programar os planos de treinamento de tal forma que a otimização do desempenho não represente um aumento no risco de lesões”, diz Fabio Bronze, técnico da Webtreino.

De fato, estando em forma ou acima do peso, iniciante ou experiente, todos tem a ganhar com um bom treinador. Confira:

Minimizar o risco de lesão

As lesões são um problema a ser considerado, principalmente por aqueles que correm ao longo de vários anos. Pesquisas nessa área mostram que até 80% dos corredores já se lesionaram. Por isso, um treinador é um pequeno investimento para garantir uma trajetória com menos riscos de lesões.

“Quando o corredor respeita o seu corpo e presta atenção aos seus sinais, os riscos de lesão são menores. É dessa forma que se mantém uma boa consistência”, diz Maurício Letzow. “Quanto mais consistente nos treinos você for, melhor irá correr”.

Treinamento adequado

Se você é um(a) novo(a) corredor(a), seus objetivos serão diferentes em comparação com atletas que estão pensando em se qualificar para a maratona de Boston, por exemplo. Nesse sentido, um bom treinador sempre estará atento aos níveis e cargas de treinamento apropriadas para cada um.

Assim, evita-se erros comuns, cometidos por muitos que correm sem auxílio profissional: grandes cargas ainda no início, pouco tempo de descanso, ritmos não apropriados, tênis incorretos etc. Com um treinador, aprende-se a diferença entre os ritmos, detalhes técnicos e planejamento, tanto nos treinamentos quanto nas provas.

A voz da razão

É muito comum alguns corredores cometerem erros básicos, principalmente se levados somente pela “emoção”. “Já tive alunos que, na empolgação, queriam correr provas de 5 ou 10 km apenas 1 semana após correrem uma maratona”, diz Maurício, e é nessa hora que “eu tive de alertar sobre os riscos e lembrar que todos precisam de tempo para uma boa recuperação”.

Em contrapartida, muitos alunos ficam nervosos com novos desafios, temendo não conseguir alcançar aquilo que almejam. É nessa hora que os treinadores estão ali como a “voz da experiência”, lembrando que o trabalho foi feito e que tudo dará certo. Além disso, o acompanhamento dos treinos sempre revela até onde o atleta pode ir. Por isso, um bom treinador saberá traçar com precisão os seus limites dentro das provas.

Reabilitação após lesões

Para os corredores que ficaram tempos sem treinar, tratando de lesões mais complicadas, voltar a correr representa um risco a mais, pois o enfraquecimento muscular e a recuperação da área lesionada configuram a chance de uma nova lesão.

Nesse caso, a experiência de um treinador é o caminho para estabelecer uma estratégia segura no retorno às atividades, aliando recuperação e corrida sem maiores problemas.

Melhora da performance

Identificar o que motiva um atleta e, em seguida, ajudá-lo na fixação de metas possíveis. Esse é, talvez, um dos principais motivos para se ter um treinador.

Isso só dará certo com um planejamento sistemático, que leve em conta a progressão individual e os limites de cada um. Por isso, receitas prontas para correr seus melhores 10km, por exemplo, costumam não ser a forma mais adequada de alcançar esse objetivo. “A preparação estratégica para cada corrida é algo que deve ser confiado aos treinadores”, acrescenta Fabio, e não a planilhas e programas genéricos, que estão na internet e revistas por aí.

Webtreino
Webtreino
A Webtreino surgiu no ano de 2000, sendo a empresa pioneira na área de Assessoria Esportiva em Curitiba e uma das primeiras no Brasil.