Erros que triatletas muito motivados cometem - Webtreino

Erros que triatletas muito motivados cometem

Quando se trata de treinamento, ele é o sonho de todo treinador. Nunca pula um treino, nunca encurta uma corrida, sempre coloca seu esforço máximo em um treino e segue o plano de treinamento à risca. Em suma, nada o impedirá de completar seu treino planejado para o dia. Essa motivação o levará longe e o ajudará a progredir como triatleta, mas também pode trazer algumas armadilhas.

Se você for um dos atletas descritos acima, tome cuidado para não cometer os erros a seguir.

Mais = melhor

Se você é um atleta altamente motivado, pode estar pensando que se o seu treinador programa uma corrida de 16 quilômetros, talvez seja melhor correr de 20 a 24 quilômetros? Na maioria dos casos a resposta é não. Um plano de treinamento bem elaborado progride na velocidade certa para que você esteja pronto para chegar no seu objetivo ou competição sem acabar machucado ou cansado bem no momento de chegar à linha de largada. Afinal, fica impossível executar seu PB se estiver lesionado.

Da mesma forma, se o seu treinador lhe diz para atingir um determinado ritmo para sua corrida fácil, longa ou intervalada, nem sempre é do seu interesse tentar ir mais rápido do que isso, mesmo se você achar que pode. Ao longo do treinamento, se você sentir que os ritmos planejados estão muito fáceis, converse com seu técnico para fazer alguns ajustes – isso vale para corrida, natação ou bicicleta.

O triathlon como identidade

Muitos de nós incluem o “ser atleta” como parte da identidade pessoal, e não há nada de errado nisso. No entanto, quando o esporte se torna a maior parte ou toda a nossa identidade é que começa a ser problemático. Quando você vincula sua identidade ou valor ao seu desempenho no triathlon, por exemplo, uma competição ou treino ruim deixam de ser incidentes isolados para se tornarem problemas maiores do que são.

Atletas amadores, na maioria das vezes, dividem a rotina de treinos com diversas atividades que impossibilitam uma cobrança exagerada por resultados e treinos espetaculares. Assim, apesar do gosto pelo esporte, pise no freio quando o esporte estiver assumindo toda sua identidade. Lembre-se de que o triathlon é uma atividade da qual você gosta, não quem você é.

Você para de ouvir o seu corpo

Quando você está seguindo um ciclo de treinamento, você deseja tentar e fazer o máximo que puder nos treinamentos. Mas um atleta altamente motivado fará isso de forma exagerada, e se houver, por exemplo, uma corrida de 15 km no cronograma, ele o fará independentemente de quão cansado ​​se sinta, se estiver doente ou se tiver algumas dores e incômodos.

Quando focados em um objetivo, muitos corredores e triatletas param de ouvir seus corpos e não os sintonizam até que seja tarde demais. O que deveria ter sido um pequeno problema que exigiria apenas alguns dias de folga, então se torna uma lesão completa que o força a parar de treinar por completo.

Não importa qual seja seu objetivo ou o que seu plano de treinamento diga, seu corpo deve ter a palavra final em seu treinamento. Se você está constantemente lidando com lesões persistentes ou doenças que o impedem de treinar da maneira que deseja, é hora de fazer algumas investigações para descobrir por que está tendo problemas para se manter saudável para que possa fazer alguns ajustes.

Você perde sua perspectiva

Um ciclo de treinamento que leva à sua prova objetivo nem sempre vai funcionar perfeitamente. Às vezes você terá uma corrida difícil ou um mau treino que o fará sentir que está retrocedendo em vez de progredir em direção à sua meta, mas quando isso acontecer, tente dar um passo para trás e se lembrar do objetivo mais amplo. Seu objetivo é ir bem na próxima competição, não ir super bem naquele treino, então, se você tiver um dia ruim, sacuda-o e siga em frente. Se, é claro, você começar a ter uma série de treinos ruins, é importante descobrir por quê. Você pode estar com problemas nutricionais ou overtraining, ou pode estar acontecendo outra coisa que o impede de nadar, pedalar ou correr bem, e isso deve ser resolvido se você quiser ver uma melhora esportiva.

Você para de se divertir

Treinar em direção a uma meta é algo valioso a se fazer e pode ser muito gratificante, mas às vezes, na busca por um objetivo, o triathlon pode passar de uma atividade que gostamos para uma tarefa que temos que completar todos os dias. O triathlon é um esporte duro, e você não vai adorar cada minuto de cada treino, mas se você não está mais se divertindo com nada, de que adianta fazê-lo? Muitos dos melhores atletas do mundo dizem que o motivo pelo qual tiveram tanto sucesso em seu esporte foi porque adoraram o trabalho diário necessário para chegar lá.

Desfrutar do treino não é importante apenas para a sua saúde mental, mas também para o seu desempenho, porque mesmo o triatleta mais motivado acabará perdendo força se não estiver se divertindo.

Webtreino
Webtreino
A Webtreino surgiu no ano de 2000, sendo a empresa pioneira na área de Assessoria Esportiva em Curitiba e uma das primeiras no Brasil.